domingo, 28 de dezembro de 2008

Só uma criança


     Essa semana morreu uma linda criança, assim como morrem todos os dias, só que essa era especial. Para quem era especial você pergunta? Para todos os que a amavam: tios e tias, primos e primas, avós, irmãos e mãe, namorada...e um pai que a amava acima da própria vida. Nada vai traze-la de volta, por que ela ainda está aqui: nas memórias e no coração de cada um que um dia ouviu sua voz, sentiu sua mão ou viu seu sorriso. Não sei se o verei em um outro lugar, mas sei que sempre o terei no meu coração.

     A vida é muito curta, e o ciclo natural das coisas continua. Foi assim com quem veio antes de nós e será assim conosco também. Que mais do que temer a morte, possamos celebrar a vida! E sorrir ao menos dos bons momentos com aqueles que não estão mais entre nós. O primeiro dos meus sobrinhos, inteligente, educado, divertido e gentil.

     Você viverá sempre dentro de nós, tão eterno quanto nossas lembranças, nosso amor e nossa saudade.
Postar um comentário